HOME Notícias

Notícias

No ILV...

Mosaico de Nossa Senhora Auxiliadora confeccionado por todos os alunos do ILV.
Nossa Senhora Auxiliadora guia o Instituto Laura Vicuña

Em 24 de maio comemoramos o dia de Nossa Senhora Auxiliadora, com a certeza que Ela guarda toda a comunidade salesiana do Instituto Laura Vicuña e do mundo sob seu manto. Ao nos deixar guiar por Nossa Senhora, reconhecemos, assim como Dom Bosco que “Foi Ela quem tudo fez” e que continua a fazer e nos olhar em todos os momentos.

O Instituto Laura Vicuña faz parte de uma grande família espalhada nos 5 continentes e em quase todos os países. São crianças, adolescentes, jovens, educadores, irmãs, padres, irmãos, membros de toda a família salesiana, que no mês de maio conectam-se uns aos outros por Maria Auxiliadora, a protetora da congregação salesiana. No mês de maio, em todos os recantos, grupos de pessoas vivenciam a espiritualidade Mariana na óptica salesiana das mais diferentes formas e nas mais deferentes culturas, mas com a mesma devoção, aquela que Dom Bosco e Madre Mazzarello nos ensinaram: de olharmos para Maria Auxiliadora como mãe e mestra, a auxiliadora de todos os cristãos, em todas as circunstâncias de nossas vidas. No Instituto Laura Vicuña também nos conectamos com o mundo salesiano e reconhecemos o lugar de Maria na nossa escola, em nossa família, em nossas vidas. Nós, membros da família Laura Vicuña, estamos no coração de Nossa Senhora e temos plena confiança que Ela nos guia, cuida e protege.

 

 

O sonho de Dom Bosco com Nossa Senhora Auxiliadora

 

Quando as perseguições contra as ordens e as congregações religiosas começaram Dom Bosco teve um sonho: “Vi-me diante da virgem Santíssima colocada no alto, precisamente como se encontra na cúpula da Basílica de Maria Auxiliadora. Tinha um grande manto que se estendia a toda a sua volta e formava como que um salão imenso; e ali debaixo vi todas as nossas casas de França. Nossa Senhora contemplava sorridente todas estas casas, quando, de repente sobreveio um temporal horrível, ou melhor, um terremoto com raios, granizo, monstros horríveis de todas as formas e figuras, rajadas de tiros de espingardas e de canhão, que a todos encheram do maior pavor. Todos aqueles monstros, raios e balas eram lançados contra os nossos que estavam debaixo do manto de Maria; mas nada atingiu aqueles que estavam sob uma tão poderosa defensora: todos os dardos se quebravam no seu manto e caíam ao chão. A Bem-aventurada Virgem, num mar de luz, de face radiante e sorriso de paraíso, disse muitas vezes neste, entretanto: “Eu amo quem me ama”.”

Sabemos que onde estão os salesianos também está Nossa Senhora, é com essa certeza que sentimos o abraço acolhedor de nossa mãe protetora todos os dias. A mãe de Jesus é a Mãe de todos nós, por isso é preciso se deixar acolher no seu imenso coração e manter-se junto do filho tão amado.