HOME Notícias

Notícias

No ILV...

Vivenciar o abraço e uma forma de se sentir presença e se fazer presente na vida de alguém.
Educadores e educandos vivenciam o gesto do abraço num clima familiar.

No dia 07 de abril (sábado), a formação pedagógica no ILV ficou marcada por momento em que os educadores vivenciaram o abraço, uma forma de se sentir presença e se fazer presente na vida de alguém.

E hoje, 05 de abril, a manhã iniciou com Bom Dia animado pelo professor Dário. Todos foram convidados a pensar e a anotar na agenda o verbo “cantar”, também os educadores vivenciaram o gesto do abraço, num clima familiar.

Dom Bosco costumeiramente aproveitava o momento do  Boa Noite para conversar com os meninos do oratório. Ele alertava sobre questões do sentido da vida. Hoje, as escolas salesianas vivem o Bom Dia e o Boa Tarde, tornando vivo esse ensinamento tão importante.

O Bom Dia e o Boa Tarde são momentos significativos para as escolas salesianas, pois podemos, através deles, estar presentes na vida dos educandos, conversando, apontando-lhes uma mensagem amiga, permitindo o desenvolvimento pessoal e coletivo.

Dom Bosco queria que as Casas Salesianas fossem ambientes familiares, onde os educandos pudessem crescer, sonhar e construir projetos de felicidade.

 Professor Dário, registrou a toda comunidade educativa que, “Cantar é muito bom! Cantar é uma forma de expressar nossos sentimentos de maneira especial. Deus nos deu o dom de cantar para podermos louvar o seu Nome. Cantar é uma forma de louvar a Deus de todo o coração, porque envolve a mente e o coração.

As pessoas da Bíblia usavam canções de lamento e tristeza. Suas canções eram acompanhadas por vários tipos de instrumentos. Mas nem todas as músicas eram para Deus. Algumas eram sobre situações do dia a dia, para expressar o que estava acontecendo na vida das pessoas. A bíblia não nos proíbe de cantar canções seculares.

Para o Padre Fábio de Melo Cantar é que nem passarinho: Quando engaiolamos pára de cantar, brilhar e perde a graça. Vida de amor é presença e ausência. Na medida certa. O amor é sentir saudade, pois é na saudade que conseguimos mensurar a importância das pessoas nas vidas.

Portanto, cante alto ou baixo, no chuveiro ou no seco, com os amigos ou sozinho, o importante é que a música e o cantar nos traz uma sensação de paz e calmaria que não conseguimos explicar”. Assim, aconteceu o primeiro momento do dia, o abraço coletivo, entre educadores e educandos.